O Roteiro Patrimônios da Unesco tem como base as quatro atrações da Puglia (Apúlia, em português) que fazem parte da lista dos Patrimônios da Humanidade da Unesco. Alberobello, a cidade dos trulli, Castel del Monte de Andria, o Santuario di San Michele Arcangelo e a Foresta Umbra, ambos em Monte Sant’Angelo, são certamente pontos de partida para conhecer a Puglia, no sul da Itália. Clique aqui para conhecer 10 cidades imperdíveis na Puglia.

 

Roteiro Patrimônios da Unesco: Alberobello

As atrações da Puglia que são patrimônios da Unesco - Trulli de Alberobello

Partindo do Valle d’Itria, Alberobello é a cidade dos trulli e uma das cidades-símbolo da Puglia. Alberobello tem mais de 1000 trulli. Trulli são aquelas casinhas pintadas de cal e tetos em forma de cone feitos de pedras com misteriosos desenhos zodiacais e religiosos. Nos arredores de Alberobello, por exemplo, Locorotondo , Cisternino e Martina Franca completam o belíssimo passeio pelo Valle d’Itria. Enquanto, o complexo de Grutas de Castellana Grotte não é um patrimônio da humanidade (injustamente), mas é considerado um dos mais importantes da Europa.

 

Roteiro Patrimônios da Unesco: Castel del Monte

As atrações da Puglia que são patrimônios da Unesco - Castel del Monte

Já na Terra di Bari, o Castel del Monte de Andria, construído por Frederico II do Sacro Império Romano-Germânico, é uma das grandes atrações da Puglia. No Parco Nazionale dell’Alta Murgia, o castelo há uma planta octogonal com 8 torres que o diferencia de todos os outros castelos da Puglia.

Saindo do castelo faz um salto em Andria. Certamente, o Arco di Federico II (ou Porta di Sant’Andrea) representa a forte ligação do imperador com a cidade. Indo para o litoral, Trani e Barletta completam o giro pelas cidades da Província BAT.

 

Santuario di San Michele Arcangelo

As atrações da Puglia que são patrimônios da Unesco - Santuário de San Michele Arcangelo

Situado no Monte Sant’Angelo, no Gargano, o Santuario di San Michele Arcangelo faz parte, principalmente, do caminho dos peregrinos desde a época longobarda. Além disso, o santuário estava na rota dos templários que partiam dos portos da Puglia para a Terra Santa.

 

Foresta Umbra

Foresta Umbra

Por fim, indo mais para o interior, a Foresta Umbra faz parte do Parco Nazionale del Gargano que engloba, por exemplo, as cidades de Vico del Gargano, Vieste e Peschici. São 10.500 hectares de floresta primitiva e milenar, Nemus Garganicum, com predominância de faias, pinheiros e carvalhos.