O Castel del Monte em Andria é uma obra-prima da arquitetura medieval que se tornou Patrimônio da Unesco e um dos símbolos da Puglia. Em Andria, o Castel del Monte é o mais fascinante entre os castelos de Frederico II do Sacro Império Romano-Germânico, “Stupor Mundi” (maravilha do mundo). Embora Federico II tenha tido muitos castelos na Puglia, o Castel del Monte é o único com uma estrutura octogonal, como a forma de sua coroa. Cercado de simbologias e mistérios talvez tenha sido utilizado como um observatório astronômico, porém a teoria do castelo de caça é a mais aceita.

O castelo foi construído no século XIII, perto de Foggia, onde era a residência do imperador, e próximo da Via Ápia-Traiana. O misterioso plano octogonal do castelo representa a figura intermediária entre o quadrado (terra) e o círculo (céu infinito). Portanto, o número oito está sempre presente: planta octogonal, a forma octogonal do pátio interno, oito torres e dois andares, com oito salas cada. Tudo foi projetado para criar efeitos de luzes e sombras em determinadas épocas do ano, como nos dias do solstício e do equinócio.

Todavia, após séculos de abandono, o Castel del Monte se tornou Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco e reconhecido como uma obra-prima única de arquitetura medieval. Contudo a estrutura turística ainda tem muito o que melhorar. Enfim, chegue cedo nos feriados e lembre-se que a entrada é gratuita no primeiro domingo do mês.

 

O Castel del Monte em Andria: a cidade

Na Terra di Bari, dentro do Parco Nazionale del’Alta Murgia, o Castel del Monte está em cima de uma colina a 18 km do centro de Andria, uma das capitais da província BAT (Barletta, Andria e Trani. A Porta di Sant’Andrea, também chamada Arco de Federico, é a única das quatro portas antigas da cidade de Andria. A escrita da porta Andria Fidelis Nostris Affixa Medullis mostra a ligação do imperador com Andria que foi uma das poucas cidades que ficaram ao seu lado nos conflitos com a igreja.

No centro histórico a Cattedrale di Santa Maria Assunta conserva os restos mortais das esposas do imperador, Iolanda de Brienne e Isabel da Inglaterra. A outra atração da catedral é a Sacra Spina, um santo espinho que pertencia à coroa de espinhos de Jesus. Enquanto a Chiesa di Sant’Agostino era propriedade dos templários. No entanto, fora do centro, a Cripta di Santa Margherita é a igreja rupestre mais antiga da cidade, no Santuario della Madonna dei Miracoli.

Antes de ir embora, não deixe de provar a burrata, um saquinho de stracciatella, um tipo de queijo fresco, e de levar para casa alguns confetes de amêndoa, souvenir tradicional da cidade.

www.casteldelmonte.beniculturali.it


Província: BAT
Habitantes: 100.000
Mapa