À beira de um penhasco com vista para o mar, Peschici e os trabucchi são duas das atrações do Parque Nacional Gargano.

Embora pequena, Peschici e os trabucchi, no verão, são invadidos por turistas de toda Europa. Uma cidadezinha de ruazinhas, escadas e casinhas brancas que tem o Castello Normanno no ponto mais alto, de onde se tem um belíssimo panorama do Mar Adriático.

O Castello era a antiga residência dos monges das Isole Tremiti, a Torre del Ponte foi construída na época de Frederico II do Sacro Império Romano-Germânico, mas foi sob o domínio espanhol que ambos fizeram parte de um potente sistema de defesa. Enquanto, no interior do castelo há uma exposição de instrumentos de tortura usados pela inquisição.

Do porto de Peschici partem barcos diariamente para as Isole Tremiti. A viagem dura uma hora e meia. Fora do centro, a Abbazia di Santa Maria di Kàlena é uma das mais antigas da Itália. No entanto, hoje fechado para o público e abandonada.

 

As praias Bandiera Blu

Antes de tudo o nome “Peschici” tem origem eslava (areia). Não é à toa que a cidade é famosa pelas belas praias Bandiera Blu.

A Baia di Zaiana é o point da cidade seja de dia pela praia, seja à noite pelas festas nos lidos. A Praia de Manaccora com a sua grande gruta (il Grottone) é uma das mais populares de Peschici, embora tenha só uma pequena área pública. A Praia da Marina di Peschici é a mais longa e a preferida das famílias. Ao lado, por uma trilha se chega a pequena Baia Jalillo (ou Mappamondo).

Em direção a Vieste, o litoral da Torre Calalunga até a Torre Sfinale é espetacular com as praias de Calalunga, del Turco, Gusmay e Sfinale.

 

Ao longo do litoral de Peschici é possível ver as torres costeiras, por exemplo, as Torre di Monte Pucci e Torre di Cala Lunga e os Trabucchi, antigas estruturas de madeira suspensas sobre o mar dedicadas à pesca que foram transformadas em restaurantes, como o Trabucco da Mimi.


Província: Foggia
Habitantes: 4.500
Mapa