O Carnaval de Putignano é o mais antigo da Europa e, provavelmente, o mais longo. Mal acaba o natal, já começa o carnaval. Na Província de Bari, em Putignano o Carnaval mais antigo da Europa é o mais longo também, porque começa no dia 26 de dezembro e termina na terça-feira gorda. Certamente não faltam desfiles de máscaras e carros alegóricos feitos de papel marché, uma arte local que passa de geração em geração. Entretanto, as quintas-feiras são dedicadas às sátiras contra o governo e muitos outros temas, mas o dia mais esperado é o Giovedì dei Cornuti, a quinta-feira dos cornos. O Carnaval acaba com os 365 toques da Campana dei Maccheroni, um sino feito de papel marché.

A fantasia típica do carnaval de Putignano é a de farinella. Um mix de arlequim e coringa. Farinella é, também, o nome da farinha local feita de grão-de-bico, cevada e sal.

O Carnaval de Putignano nasceu quando, por medo dos ataques sarracenos, as relíquias de Santo Stefano foram transferidas de Monopoli para a Igreja Santa Maria la Greca. No entanto, o que era uma procissão se tornou a Festa dos Propaggini, o carnaval dos camponeses. Contudo, no período fascista virou o carnaval burguês com desfile e carros alegóricos.

 

O Carnaval de Putignano: Centro histórico

A Piazza Plebiscito, no centro do centro histórico, reúne os edifícios mais famosos da cidade. O Palazzo del Balì, a antiga casa dos cavaleiros da Ordine di Malta e depois da família aristocrática Romanazzi Carducci, hoje é o belíssimo Museu Cívico, o Palazzo del Sedile e a Chiesa Matrice, uma mix de arquitetura românica e barroca. No entanto, fora do centro, saindo pela Porta Barsento, merece uma visita o edificio barocco do Convento di San Domenico. A Grotta del Trullo, a primeira aberta ao público na Puglia, pode ser uma amostra das Grutas de Castellana, a 4 km de Putignano.


Província: Bari
Habitantes: 26.000
Mapa