Ostuni – a Cidade Branca – é localizada sobre três colinas de onde se tem uma belíssima panorâmica do litoral Adriático. O centro histórico medieval é um labirinto de ruas estreitas, casinhas brancas, muitas lojinhas de artesanato e restaurantes típicos. Enquanto, nos arredores da cidade, existem muitas masserias revitalizadas que hoje funcionam como restaurantes, b&b e resort de luxo.

A caraterística principal de Ostuni é a cor branca das casas do centro histórico. A cidade foi muitas vezes atingida pela peste, por isso decidiu-se cobrir as paredes das casas com cal como antisséptico. Em outras palavras, uma tradição que virou a marca da cidade.

 

A Cidade Branca de Ostuni - Arco Scoppa

Centro histórico de Ostuni – a Cidade Branca

A Piazza dela Libertà é o ponto de partida para conhecer o centro histórico. De um lado da praça estão a Chiesa di San Francesco e a sede do Município que foi um convento franciscano. Enquanto, do outro lado, sobre uma coluna, a estátua do padroeiro da cidade, Sant’Oronzo, o mesmo padroeiro de Lecce.

A Via Cattedrale é uma subida que liga a Piazza della Libertà à Piazza Beato Giovanni Paolo II, também chamada Piazza Cattedrale. Contudo, durante a subida, o Monastero delle Carmelitane abriga o Museo di Civiltà Preclassiche della Murgia Meridionale. A grande atração do museu é o esqueleto de 25 mil anos da “mãe mais antiga do mundo”.

Enfim, no ponto mais alto do centro histórico, um monumento nacional, a Cattedrale di Santa Maria dell’Assunzione, do século XV, e a sua grande rosácea. No entanto, em frente a catedral, o Arco Scoppa liga o Palazzo Vescovile e o Palazzo del Seminario, ambos do século XVIII. Passando embaixo do Arco e virando a direita numa ruazinha estreita, se abre um lindo visual da Marina de Ostuni.

Na parte baixa da cidade, onde estão a antiga muralha e as torres de guarda, o Viale Oronzo Quaranta liga as duas antigas portas de acesso: a Porta Nova e a Porta San Demetrio. Passeie por esta Via porque dali se tem uma belíssima panorâmica do litoral Adriático.

 

A Cidade Branca de Ostuni - Lido Morelli

Marina de Ostuni

O Parco Naturale Regionale Dune Costiere da Torre Canne a Torre San Leonardo compreende as cidades de Fasano a Ostuni. O Parque é um ótimo lugar para dar uma volta de bicicleta ou fazer um passeio com guia pelas oliveiras e pelo litoral.

Ainda no parque, na praia do Fiume Morelli, o Lido Morelli é um dos melhores da Marina. A longa e belíssima Praia do Pilone é onde está a Torre Aragonese de San Leonardo. O fim do Parco Dune Costiere.

A Praia de Rosamarina é dividida em praia pública e lido, mas é frequentada, principalmente, por quem tem casa nas proximidades. Enquanto a pequena Praia de Quarto di Monte é frequentada até à noite pelos locais.

Contudo Villanova onde estão o Castelo e o Porto, na antiga Via Traiana, é a principal localidade turística da Marina e a mais perto de Ostuni, cheia de lidos e restaurantes.

Na Praia de Torre Pozzelle se ergue uma antiga torre do século XVI, também chamada Torre Sgarrata. A Costa Merlata é uma série de pequenas enseadas de pedra ou de areia e águas transparentes.

 

Como chegar

Além de fazer parte da província de Brindisi, Ostuni, também, faz parte do Valle d’Itria (mappa) como, Alberobello e Locorotondo. De Bari, a viagem de carro dura, aproximadamente, 1h. Pegue a SS16 em direção a Brindisi/Lecce. Saia da SS16 em direção a Pezze di Greco/Cisternino/Ostuni. Depois de Pezze di Greco continue pela SP9 e SP17 até Ostuni.


Província: Brindisi
Habitantes: 31.000
Mapa