Napoli é beleza e caos. Uma síntese de uma cidade rica de antigos palácios, igrejas e de muita história. O ditado diz  “vedi Napoli e poi muori” (veja Napoli e depois morra). Morrer não, mas ver pelo menos uma vez Napoli sim! Vamos fazer um bate e volta saindo de Bari até Napoli.

Antes de tudo, Napoli (Nápoles em português) não tem uma boa fama. A terceira maior cidade da Itália tem sim um trânsito caótico e um vai e vem de gente e motos num ritmo frenético. O perigo é como de uma outra grande metrópole. A primeira impressão é a do caos, depois você vai perceber que Napoli é assim. Enquanto isso, os turistas não param de chegar.

 

Napoli é beleza e caos - Castel Nuovo

Castel Nuovo e Piazza Plebiscito

A Piazza Garibaldi é a praça da estação central do trem e fica perto dos terminais de ônibus. O Corso Umberto I, chamada pelos napolitanos de Rettifilo, é rico em edifícios históricos e liga a Piazza Garibaldi a Piazza Municipio. A Piazza Municipio é uma das praças mais importantes da cidade, principalmente, pelo Castel Nuovo, também chamado Maschio Angioino, um histórico castelo medieval e renascentista.

Em direção a Piazza Plebiscito, o elegante Teatro San Carlo é um dos teatros de ópera mais famosos do mundo e um dos mais antigos ainda ativos. Em frente, em estilo Liberty italiano, a Galleria Umberto I foi inspirada na Galleria Vittorio Emanuele II de Milão.

A Piazza Plebiscito é a praça mais famosa de Napoli. A praça reúne a Basílica de San Francesco di Paola, o Palazzo della Prefettura, o Palazzo de Salerno e o Palazzo Real. Uma atração escondida é a Galleria Borbonica, um percurso subterrâneo que ligava o palácio à Piazza Vittoria na orla. Do pequeno mirante ao lado do Palácio Real é possível ver o vulcão Vesúvio, o porto e a orla. Ao longo da orla estão a Fontana del Gigante, o Castel dell’Ovo e o Borgo Marinari.

Saindo da Piazza Plebiscito existem duas opções para fazer compras: a Via Chiaia, a rua das compras da elite, e a Via Toledo.

 

Napoli é beleza e caos: Via Toledo

A Via Toledo é uma das principais artérias de Napoli com edifícios históricos, palácios nobres e muitas lojas. A via é paralela aos Quartieri Spagnoli, onde muita atenção é pouca. O metrô de Napoli é considerado um Metrô de Arte, principalmente, a estação de Toledo considerada a mais bela da Europa. Na bela, mas mal cuidada, Piazza Dante a Port’Alba é una antiga porta da cidade que dá acesso à Piazza Bellini e a Via de Tribunali. Depois da Piazza Dante, a Via Toledo continua como Via Enrico Pessina até o Museo Archeologico di Napoli, um dos mais importantes museus arqueológicos do mundo. Talvez o mais importante em termos de história romana.

 

Centro Histórico de Napoli é beleza e caos

A movimentadíssima Spaccanapoli é uma antiga estrada que divide o centro histórico ao meio. A Spaccanapoli começa nos Quartieri Spagnoli como Via Benedetto Croce e termina como Via Forcella. Nela estão a Piazza del Gesù e o Monastero di Santa Chiara. No entanto, a Piazza San Domenico Maggiore é o coração do centro histórico partenopeo. Perto dali a Capela Sansevero preserva o Cristo Velato, uma das obras mais fascinantes de Napoli.

A Via dei Tribunali começa na Port’Alba e termina na Biblioteca de Castel Capuano, onde atrás está a Porta Capuana. Na Via dei Tribunali existem várias igrejas, por exemplo, a Basílica de San Paolo Maggiore. Ao lado se esconde a Napoli Sotterranea.

Na Via Duomo, que corta a Spaccanapoli e a Via dei Tribunali, está o esplêndido Duomo di Napoli, a cripta e o tesouro de San Gennaro, o santo padroeiro da cidade.

 

Os sabores de Napoli

Impossível passear por Napoli e ir embora sem provar um dos seus sabores. No início da Via Toledo, o Pintauro é famoso por sua sfogliatella, um doce símbolo de Napoli. Enquanto, na Via dei Tribunali, a Pasticceria Capparelli é famosa pelo tradicional babá banhado no rum ou recheado de chocolate, creme e frutas.

Todavia, a pizza fina com a borda alta é a classica pizza napoletana, declarada pela UNESCO como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Aqui cito, por exemplo, algumas pizzarias históricas. Perto do Corso Umberto, nas proximidades da Piazza Garibaldi, Pizzeria Trianon e a Pizzeria Da Michele. Na Via dei Tribunali, a Pizzeria Sorbillo e a Pizzeria Di Matteo.

Por fim, em Napoli, a tradição é servir o café expresso em uma xícara quente. O copinho d’água servido junto serve para limpar a boca antes de degustar o café. O Gambrinus em estilo Liberty é uma ótima dica, na Via Chiaia, perto da Piazza Plebiscito.

 

Como chegar em Napoli

Enfim, para chegar a Napoli saindo de Bari eu recomendo o ônibus (Marino ou Flixbus). A viagem de ônibus dura 3h30min. A viagem de trem, dependendo da tarifa, pode durar de 3h30min a 7h. Por fim, de carro, a viagem dura 2h50min pelas autoestradas A14 e A16 em direção ao Centro – Porto. Evite ir ao centro de carro até porque existem muitas opções de estacionamento privado na zona portuária.


Região: Campania
Cidade: Napoli
Habitantes: 50.000
Mapa