O Farol de Santa Maria di Leuca marca o extremo do sul da Puglia. Em outras palavras, a ponta do salto da bota, entre os promontórios Punta Meliso e Punta Ristola. A cidade faz parte do Parco Naturale Regionale Costa Otranto-Santa Maria di Leuca e Bosco di Tricase e possui, aproximadamente, 30 grutas marinhas. Portanto, faça um passeio de barco para conhecer algumas delas, por exemplo, a Grotta Porcinara, a mais famosa.

 

O Farol de Santa Maria di Leuca

Antes de tudo, o Faro di Santa Maria di Leuca, na Punta Meliso, com 47 m de altura é um dos mais importantes da Itália. A Punta Meliso, segundo a convenção náutica, é a esquina da Itália que divide o mar Adriático do mar Jônico. No entanto, oficialmente, é o canal de Otranto, trecho de, aproximadamente, 90 km no mar Mediterrâneo entre a Punta Palascia, em Otranto (LE), e Cape Linguetta, na Albânia.

 

Santa Maria di Leuca é a ponta do salto da bota - coluna romana e a escadaria monumental

Leuca é a ponta da Puglia: A Escadaria e a Cascata onumentais

Ao lado do Farol, a Basilica di Santa Maria de finibus terrae é ligada ao mirante do porto pela Scalinata Monumentale. Todavia com um pouco de disposição você pode descer e subir os 284 degraus das escadarias. Ao lado das escadas, a Cascata Monumentale e a Colonna Romana marcam o fim das águas do Aqueduto Pugliese no mar Jônico. Entretanto a cascata é ativa poucas vezes ao longo do ano, e, somente, no verão.

 

Como chegar em Santa Maria di Leuca

Santa Maria de Leuca, fração de Castrignano del Capo (LE), está a 83km de Lecce e a 234km de Bari. Partindo de Bari de carro pela SS16/E55. Continue pela SS379 até Brindisi e pela SS613 até Lecce. Pegue a saída para Gallipoli/Galatina e segue pela SS694 e depois a SS101. Em Gallipoli pegue a SS274 até Santa Maria de Leuca.


Província: Lecce
Habitantes: 1.200
Mapa