Antes de tudo, a Puglia é uma das metas mais procuradas pelo seu longo litoral e pela sua gastronomia. No entanto, a região do salto da bota atrai, também, quem procura relaxamento e bem-estar nas águas termais da Puglia. Em outras palavras, no meio de uma paisagem única de oliveiras e muros de pedras, as fontes termais dispõem de estruturas modernas dedicadas ao bem-estar. Contudo, as fontes termais trabalham em parceria com centros de estética e de medicina natural para transformar uma simples viagem de férias ou um final de semana em uma experiência revigorante.

As fontes termais na Puglia têm origens no período romano, porém foi impulsionada, somente, a partir do século XX, pelas aguas com propriedades medicinais. Enfim, hoje, as fontes termais e os spas fazem parte do boom do turismo ligado à saude das pessoas e à natureza da região.

 

Águas termais da Puglia: As fontes

Margherita di Savoia, província de Foggia, é famosa pelas históricas salinas. Fazem parte de uma reserva natural localizada em frente ao mar. As águas “acque madri”, águas de onde o sal foi extraído, são ricas em bromo iódico.

Santa Cesarea Terme, província de Lecce, é um dos complexos termais mais conhecidas, ativos e freqüentados de toda Itália. As águas ricas em sal, enxofre, bromo e iodo nascem de quatro grutas naturais. As águas termais chegam a uma temperatura de 30°C; e

Torre Canne, fração de Fasano, província de Brindisi, possui perto da praia o menor estabelecimento. Utiliza águas salinas de bromo iódico e sulfurosas de numerosas nascentes subterrâneas. Funciona também como hotel, spa e lido. No verão é uma meta muito procurada por famílias que buscam relax e diversão.

 

Entretanto, todas as 3 estruturas termais estão em frente ao mar. Todas são focalizadas, principalmente, no tratamento clássico da Talassoterapia. Uma ciência que desde a antiguidade estuda dos benefícios da água do mar, das algas e das lamas marinhas.